Meio ambiente é tema de projeto de alunas da Etec na Febrace

Quem hoje tem mais de 30 anos já era nascido quando o termo sustentabilidade se tornou usual, ganhou seu significado e seu sentido de urgência. O projeto Domum – lar, em latim – selecionado para a Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace) 2022, foi criado em função dessa necessidade. Ele engloba um aplicativo e um website que pretendem conscientizar e orientar o usuário para a preservação do meio ambiente.

Elaborado por estudantes da Escola Técnica Estadual (Etec) de Hortolândia, sob a orientação da professora Priscila Batista Martins, o projeto se baseia na agenda global 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU), que estabelece 17 iniciativas para um desenvolvimento sustentável.

As alunas Giovana Beltrame Gianelli e Beatriz Cristina de Amorim usaram um software desenvolvido nas linguagens de programação C# e Java Script para criar um aplicativo de navegação fácil e interface atraente. O conceito dos três R’s (reciclar, reduzir e reutilizar) está presente no Domum, que, entre outras funcionalidades, indica a forma correta (e alerta para a incorreta) de descarte de plástico, vidro, metal, papel, remédios e eletrônicos, explica a necessidade de diminuir o consumo – especialmente aquele que acontece em um momento de impulso – e sugere formas de dar vida nova a uma peça que tenha ficado esquecida em casa.

 

Sobre o Centro Paula Souza – Autarquia do Governo do Estado de São Paulo vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, o Centro Paula Souza (CPS) administra as Faculdades de Tecnologia (Fatecs) e as Escolas Técnicas (Etecs) estaduais, além das classes descentralizadas – unidades que funcionam com um ou mais cursos, sob a supervisão de uma Etec –, em cerca de 360 municípios paulistas. As Etecs atendem mais de 228 mil estudantes nos Ensinos Técnico, Integrado e Médio. Nas Fatecs, o número de matriculados nos cursos de graduação tecnológica supera 94 mil alunos.

 

  

Comentários