Na fase vermelha, Holambra realiza barreiras de orientação e prevenção no fim de semana

CORONAVÍRUS: A ação, feita das 7h30 às 14h em três diferentes pontos de acesso à cidade, teve por objetivo coibir eventual desrespeito às regras estabelecidas para o período de quarentena

Holambra realizou no sábado e domingo, dias 11 e 12 de julho, barreiras de prevenção e orientação a moradores e visitantes em função da reclassificação, pelo Governo do Estado, dos municípios que integram a regional de saúde de Campinas para a fase vermelha, de alerta máximo para contágio do novo coronavírus.

A ação, feita das 7h30 às 14h em três diferentes pontos de acesso à cidade, teve por objetivo coibir eventual desrespeito às regras estabelecidas para o período de quarentena, sobretudo quanto ao uso de máscaras e à aglomeração de pessoas. O bloqueio terá sequência no próximo fim de semana.

Policiais municipais, bombeiros civis voluntários, enfermeiros, agentes de trânsito, da defesa civil e da vigilância em saúde monitoraram nos dois dias aproximadamente 2 mil pessoas em carros, motos, caminhões e bicicletas. Além da aferição de temperatura dos ocupantes dos veículos, eles compartilharam informações a respeito das restrições locais, determinadas por decreto, e recomendaram aos visitantes a volta em outra oportunidade.

A administradora de empresas Sheila Timmermans, moradora da cidade, estava indo de carro com os filhos para a casa da mãe quando foi abordada. “Mediram minha temperatura e a dos meus filhos”, contou.

“Acho muito importante esta ação para tentar diminuir os turistas e possíveis casos do coronavírus”, explicou. O comerciante Roberto van den Broek, que mora no bairro Groot, também aprovou o trabalho. “Acho a iniciativa fantástica. Dá segurança para quem mora na cidade. Mostra que o município está preocupado com a pandemia”, falou.

“O trabalho de orientação foi muito bem recebido pela população e pelos visitantes”, disse o diretor municipal de Segurança e Trânsito, Antonio Reginaldo de Jesus Beleza Giron.”Uma equipe formada por policiais municipais e agentes da Vigilância em Saúde também percorreu pontos com concentrações de pessoas no município e orientou sobre as regras vigentes.

A conscientização é fundamental para que essa grande ameaça, que é o novo coronavírus, não avance por aqui”.Em Holambra bares e restaurantes não operam com atendimento coletivo ao público.

Hotéis estão impedidos de receberem viajantes a turismo – somente a trabalho, mediante comprovação. Atrativos turísticos foram fechados e receberam faixas da campanha: “Queremos te ver bem: deixe essa visita para depois”.

A cidade conta, em diversos pontos, com avisos da obrigatoriedade do uso da máscara.
O item de proteção facial é uma das principais maneiras de evitar o contágio pela Covid-19 e seu uso em ruas, espaços públicos e no comércio é obrigatório, por determinação do Governo do Estado de São Paulo. A multa pelo descumprimento da regra começa em R$ 524,59 e pode ser superior a R$ 5 mil.

Os valores são determinados pelo Estado, cabendo à Prefeitura apenas a fiscalização e aplicação das normas anunciadas pelo governador João Dória.
Situações que desrespeitem as determinações para o período de quarentena podem ser denunciadas, de forma anônima, pelos telefones 153 e 190.

  

Comentários