No Velocitta, Porsche Cup Brasil realiza a segunda etapa de 2022

Segundo encontro da temporada tem adição de lastro nos melhores classificados do campeonato; mesmo assim, expectativa é de tempos baixarem ainda mais na pista do interior paulista com os novos Porsche 992

– Corridas de sábado (2) acontecem às 13h15 (Carrera Cup) e 13h50 (Sprint Challenge) e no domingo (3) às 13h10 (Carrera) e 13h45 (Sprint);

– Transmissão ao vivo por Band, SporTV, YouTube oficial da categoria, Motorsport.com e F1Mania, além do streaming pelo Facebook da categoria com classificações e corridas.

 

O Autódromo do Velocitta, em Mogi Guaçu, interior de São Paulo, recebe neste final de semana a segunda etapa da temporada 2022 da Porsche Cup Brasil. A categoria, que estreou em Goiânia (GO) a nova geração dos carros de corrida mais produzidos do planeta, tem no traçado de 3.443 metros um desafio a mais para os Porsche 911 GT3 Cup 992: os freios.

As características do circuito, de 12 curvas e poucas retas, fazem do conjunto de discos de freio um importante aliado dos pilotos na tentativa de completarem suas voltas no menor tempo possível. A pole position desta pista, ano passado, ainda com os modelos 991.2, foi de Miguel Paludo com 1min27s915. A previsão, como aconteceu em Goiânia na etapa de abertura do campeonato, é que o tempo da pole da Carrera Cup baixe de 0,5 a um segundo – em caso de pista seca.

O fato é que o novo sistema de freios do 992, que conta com discos produzidos pela Fremax, aliado a todo um conjunto de atualizações do carro (motor, câmbio, suspensão, etc.), deixou o carro mais rápido e mais dócil em seu comportamento, especialmente nas frenagens. E em uma pista bastante exigente com os freios, como é o Velocitta, estas características devem sobressair ainda mais no resultado final do tempo de volta.

Acompanhando a evolução dos carros, os discos Fremax também trazem evolução nas galerias de ventilação que aliadas ao alto desempenho da liga Carbon+ para competição, garante uma excelente dissipação de calor e resistência mecânica, suportando assim todas as solicitações das frenagens de alta energia que a categoria exige.

A FREMAX é a fornecedora oficial dos discos de freio da Porsche Cup desde 2008 e trabalha em conjunto com a categoria para assegurar o melhor desempenho, segurança, eficiência, confiabilidade, tecnologia e durabilidade iguais a todos os carros do grid.

Fala, piloto!
“Velocitta é uma das pistas que mais exige dos freios da Porsche Cup. É uma das poucas que eu já senti algumas vezes que se o piloto anda muito no vácuo do carro da frente pode haver problemas, mesmo com os freios da Porsche Cup que praticamente nunca perdem eficiência. Mas isso é porque a pista do Velocitta é mais curta e sem retas longas, e isso não refrigera os freios. Além disso, há três pontos onde as frenagens são muito fortes – na curva 1, após a reta principal, na curva 5 após o S da Caipirinha e na curva 7, antes da reta oposta”.
(Marçal Muller, #544, Carrera Cup)

A pista do Velocitta na ótica da FREMAX
“Os freios são postos realmente à prova na pista do Velocitta. As freadas tornam-se mais técnicas e fortes nas descidas para que o piloto mantenha a trajetória correta e não perca tempo nas curvas. E devido ao fato de ser um traçado com retas curtas, os freios são ainda mais exigidos por haver menos tempo para refrigeração durante a volta, a qual se passa quase ¼ do tempo freando. É uma pista muito técnica e a frenagem correta conta muito para um bom tempo de volta; e no Velocitta isso é ainda mais determinante”.
(Ronaldo Chremonezi, gerente de Engenharia de Produto FREMAX)

2ª Etapa – Porsche Cup C6 Bank Mastercard
MOGI GUAÇU (SP)
Autódromo Velocitta
Extensão: 3.443 metros
Sentido: anti-horário
Curvas: 12 (4 à direita e 8 à esquerda)

Características técnicas (nível 1 a 5 do menor para o maior):

Abrasividade do asfalto: 3
Força lateral: 2
Nível de exigência dos freios: 4
Pneu mais exigido: traseiro direito

Inauguração:
 16 de junho de 2012
Previsão climática: Majoritariamente ensolarado, com algumas nuvens e baixa possibilidade de chuva. Temperaturas variando entre 17 e 32ºC.

Características técnicas (nível 1 a 5 do menor para o maior):

Abrasividade do asfalto: 4
Força lateral: 4
Nível de exigência dos freios: 4
Pneu mais exigido: traseiro esquerdo

Programação:
Sexta-feira, 22 de abril
14h55 – Treino Livre 1 (Carrera Cup 992)
15h50 – Treino Livre 1 (Sprint Challenge 991)
Sábado, 23 de abril
9h30 – Classificação (Carrera Cup 992)
10h05 – Classificação (Sprint Challenge 991)
13h15 – Largada Corrida 1 (Carrera Cup 992)
13h50 – Largada Corrida 1 (Sprint Challenge 991)
Domingo, 24 de abril
10h30: Porsche Experience
13h10 – Largada Corrida 2 (Carrera Cup 992)
13h45 – Largada Corrida 2 (Sprint Challenge 991)

Classificação do campeonato
Carrera Cup (Top-10)
1. Marçal Muller, 40 pontos
2. Christian Hahn, 36
3. Miguel Paludo, 34
4. Alceu Feldmann, 34
5. Lucas Salles, 22
6. Pedro Aguiar, 18
7. Renan Pizii, 17
8. Franco Giaffone, 16
9. Werner Neugebauer, 14
10. Lineu Pires, 13

Sobre a FREMAX:

Com atuação global e sedes no Brasil, Holanda e Argentina, e um portfólio de mais de 2.500 referências que atendem a mais de 100.000 aplicações, a FREMAX é reconhecida pela produção e comercialização de discos e tambores de freio e cubos de roda.

Sua estrutura de produção flexível e eficiente conta com as certificações internacionais necessárias para atender com precisão e rapidez, as demandas de clientes do mercado de equipamento original e reposição. Mundialmente reconhecida, a qualidade de seus produtos é aprovada como premium em função da tecnologia, segurança, durabilidade, performance e acabamento em todos os detalhes.

Todos estes atributos fazem da FREMAX a fornecedora oficial, e a escolha segura para garantir a segurança, das principais categorias de automobilismo sul-americano e é a fornecedora oficial da Porsche Cup desde 2008.

Além da Porsche Cup, A FREMAX também é a fornecedora oficial de discos de freio da Stock Car, Sprint Race e Old Stock.

  

Comentários