Prefeitura de Jaguariúna presta contas do 1º Quadrimestre na Saúde

Mais uma etapa do processo de transparência que marca a atual administração é realizado

27 mil consultas na rede básica em apenas quatro meses e somente nas Unidades Básicas de Saúde (UBS’s), além de 11 mil pessoas atendidas no Pronto Socorro (PS) e outras 4 mil na Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Esses são alguns dos alguns dados apresentados pela Secretaria de Saúde de Jaguariúna durante a Audiência Pública de Prestação de Contas do 1º Quadrimestre de 2019, realizada na quarta-feira, 29, na Câmara Municipal.

Os números não só impressionam positivamente como refletem a realidade de um atendimento de qualidade e que contempla a maioria das necessidades dos usuários da rede municipal de saúde. De acordo com a secretária municipal de Saúde, Maria do Carmo de Oliveira Pelisão, para uma cidade com população calculada em cerca de 54 mil habitantes, isso dá ideia da dimensão do alcance dos benefícios proporcionados à população neste setor da administração pública.

“Estamos falando dos primeiros quatro meses do ano e apenas de atendimento básico, ou seja, aquele que contempla exame físico completo do paciente e, em alguns casos, a solicitação de exames e prescrição da medicação pelo médico, conforme o caso. Na maioria dos casos a pessoa já sai com o remédio gratuito em mãos, pois nossa Farmácia 24 Horas está lá para atender a todos”, disse Maria do Carmo.

A secretária lembra, ainda, que o atendimento na rede municipal é bem mais amplo e inclui também os atendimentos prestados no Hospital Walter Ferrari e em serviços especializados como Centro de Atenção à Mulher (Casa da Mulher), Programa de Controle do Tabagismo, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Centro de Referência da Criança, Programa Melhor em Casa, Vigilância em Saúde e Vigilância Sanitária, Unidade de Vigilância e Zoonoses, Posto de Atendimento Médico Veterinário (cães e gatos) e as coberturas vacinais.

Por sua vez, o prefeito Gustavo Reis considerou a prestação de contas mais uma etapa do processo de transparência que marca a atual administração. Segundo ele, isso demonstra que Jaguariúna não tem o melhor sistema de saúde da Região Metropolitana de Campinas por acaso.

“Nossos profissionais são qualificados, o atendimento é de qualidade e os medicamentos estão disponíveis, além de termos horários ampliados em algumas unidades, o que facilita a vida de muita gente que busca atendimento médico. A inauguração de cinco UBS’s desde 2017, aqui em Jaguariúna, fez avançar bastante a amplitude desse atendimento”, avalia o prefeito.

  

Comentários